Em memória de José Tonidandel

jose-tonidandel

O Blog Tiroleses no Brasil presta uma homenagem a José Tonidandel (1920 – 2018), personagem conhecido no tradicional bairro paulistano da Mooca.

Magro, considerado um homem alto em seus 1,84 m de altura, José gostava de caminhar. Andava por toda a Mooca, bairro onde nasceu e morou por toda a vida. Seus pais eram os imigrantes austríacos Ermenegildo Tonidandel e Amalia Casagrande Tonidandel, naturais de Fai, no Tirol. Ambos se conheceram no bairro da Mooca e ali tiveram seus três filhos. Muitos imigrantes tiroleses viviam na capital paulista.

fai-della-paganella
Fai della Paganella

José e seus irmãos tiveram uma infância pobre, mas feliz – como a maioria dos filhos de imigrantes – aprendendo em casa valores basilares como respeito, religiosidade e honestidade. Sua profissão foi torneiro ferramenteiro; estudou até o primário, mas isso não lhe impediu de falar o italiano, o inglês e o espanhol. Lia muito e jamais usou óculos.

Não pegava ônibus e até seus 80 anos caminhava quilômetros todos os dias pela manhã. Já às 4h30 ia até a padaria e ajudava o padeiro em seus afazeres, sem cobrar nada. Como todo “bom tirolês”,  era religioso e caminhava todos os domingos até a missa. José ficou viúvo em 2004 após 59 anos de casamento com a imigrante italiana Bruna Filippi, natural de Lucca. Teve um filho, três netos e quatro bisnetos. Veio a falecer naturalmente aos seus 98 anos em 30 de dezembro de 2018.

O pai de José imigrou do Tirol com o irmão, Ilario Tonidandel e trabalhou em São Paulo entregando bebidas para a Companhia Antarctica Paulista.

Anos antes, em 1889, Filippo Tonidandel, tio de Ermenegildo e Ilario, foi o primeiro membro da família a chegar à capital paulista. Casou-se com a imigrante italiana Pasquina Macchion, natural de Treviso e teve um bar no bairro do Brás antes de gerenciar o Hotel De França, na Rua Direita.

passaporte-tonidandel
Passaporte austríaco de Filippo Tonidadel

 

O filho de Filippo, Pedro Tonidandel, nascido no bairro do Brás, acompanhava os primos Ermenegildo e Ilario nas entregas de bebidas da Antarctica, ainda feitas com carroça puxada a burro. São Paulo de outros tempos…

Mooca-decada-30
Década de 1930: Carroças entregam pães no bairro da Mooca (Arquivo: SP in Foco)
Anúncios

2 comentários em “Em memória de José Tonidandel”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s