Tiroleses na Revista História Catarina

capa revista

O blog Tiroleses no Brasil divulga a edição de agosto da Revista “História Catarina”  que traz uma matéria especial sobre a imigração tirolesa, feita a partir de uma série de textos publicados em nosso blog.

Continuar lendo

Anúncios

Sagrado Coração de Jesus

folhinha1

No último dia 03/06 comemorou-se a festa do Sagrado Coração de Jesus (it. Sacro Cuore di Gesù, al. Heiligstes Herz Jesu). A devoção ao Sagrado Coração, embora comum a todos os católicos, é particularmente marcada entre os tiroleses, que a trouxeram na bagagem para o Brasil, onde dificilmente se encontra uma casa de descendentes de tiroleses que não tenha a folhinha do Sagrado Coração pendurada na parede da cozinha. Continuar lendo

O trauma da divisão do Tirol

A divisão do Tirol após 1919.

Por diversas vezes, neste Blog, fizemos referência à traumática divisão do antigo Condado do Tirol determinada pelo Tratado de Saint-Germain, assinado após a Primeira Guerra Mundial, em 1919. Por determinação do Tratado, o Condado foi geograficamente dividido em três regiões, divisão que perdura até os dias de hoje: Tirol do Norte (al. Nordtirol, it.  Nordtirolo), Tirol do Leste (al. Osttirol,  it. Tirolo dell’Est) e Tirol do Sul (al. Südtirol, it. Sudtirolo). Continuar lendo

Revista Blumenau em Cadernos

20160422_110945-1

A edição de novembro/dezembro de 2015 da Revista Blumenau em Cadernos (ISSN 0006-5218) do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina foi totalmente dedicada aos 140 anos de imigração tirolesa em Santa Catarina e contou com artigos e estudos do jornalista Renzo Maria Grosselli (“Os tiroleses italianos na Colônia Blumenau”), da Profa. Ornella Pezzini (“O Tirol de ontem, o Trentino de hoje”), Norberto Dallabrida (“Imigração e colonização de trentinos e italianos na Colônia Blumenau”) e de Nelson Dellagiustina (“Usos e costumes de nossos antepassados” e “Crônicas natalinas”). O blog Tiroleses no Brasil reproduz aqui o artigo “Aspectos identitários da imigração tirolesa no Brasil (1859 – 1938)” de autoria do Prof. Dr. Everton Altmayer, estudo que foi publicado na mesma edição.

Continuar lendo

As bandas tirolesas

IMG_1744
Aproveitando a passagem das festas de outubro – incluindo a Tirolerfest, em Treze Tílias, no início do mês – o blog aproveita para falar de música.  Mais especificamente, da forte tradição bandística que caracteriza toda a região do Tirol Histórico, e que foi trazida para o Brasil pelos imigrantes. Neste texto, serão expostas as principais características da tradição bandística tirolesa na Europa. Continuar lendo

A longa mão do Fascismo

Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, nascida Amabile Lucia Visintainer em 16/12/1865, em Vigolo Vattaro - Tirol, Áustria.

Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, nascida Amabile Lucia Visintainer.

Este ano comemoramos os 150 anos do nascimento de Amabile Lucia Visintainer, que veio ao mundo em Vigolo Vattaro, no Condado do Tirol, Império Austríaco, em 16/12/1865.

Amabile era filha de Napoleone Visintainer e Anna Pianezzer. Quando tinha somente 10 anos, os pais de Amabile resolveram, como milhares de outros tiroleses, emigrar para o Brasil. A família Visintainer se estabeleceu na localidade de Vigolo, em Nova Trento, onde habitavam também muitos outros imigrantes dessa mesma cidade.

Continuar lendo

Dois soldados do Imperador

Lembrança do período de serviço militar no Exército Austríaco de um jovem de Mezzolombardo. Foto tirada no Museu degli Usi e Costumi della Gente Trentina, em San Michele all'Adige.

Lembrança do período de serviço militar no Exército Austríaco de um jovem de Mezzolombardo (TN). Foto tirada no Museu degli Usi e Costumi della Gente Trentina, em San Michele all’Adige (TN)

Uma história particularmente interessante – e triste – que foi descoberta durante as gravações do documentário Tiroleses na Floresta é a dos irmãos Silvio e Augusto Dadam, nascidos em Nova Trento, que pereceram  durante os combates na Primeira Guerra Mundial lutando no Imperial-régio Exército da Áustria-Hungria. Trata-se do único caso conhecido de neotrentinos que tenham combatido na Primeira Guerra. Continuar lendo